A cumprir a sua quinta temporada ao serviço do Clube Oriental de Lisboa, Tiago Mota nunca mais esquecerá o dia em que subiu com COL à II Liga. O centrocampista de 28 anos assumiu estar “muito feliz” por uma enorme conquista que é um “prémio justo para este grupo que trabalhou muito, suou muito e nos momentos difíceis soube dar as mãos e superar as dificuldades com vitórias”.

 

O sub-capitão da formação orientalista agradeceu ao Sector Grená e a todos os adeptos “que com chuva ou sol estiveram do nosso lado” e desvendou parte da chave do sucesso de uma época que terminou com a concretização de um desejo antigo.

 

“Fomos a equipa que mais dificuldade teve para chegar à segunda fase e isso jogou a nosso favor. Ninguém nos considerava candidatos ao primeiro lugar, corremos sempre por fora e passo a passo garantimos esta fantástica subida. A verdade é que sonhávamos desde o início com este desfecho e agora tudo se tornou realidade”, garantiu Tiago Mota. 

 
Tiago Mota a celebrar a vitória com Sebastião Nogueira.
 
 


Recorde-se que na final absoluta do Campeonato Nacional de Seniores o Oriental vai defrontar o Freamunde (primeiro classificado da zona norte) pelo título de campeão nacional. A partida será discutida no dia 10 de Junho, feriado nacional, em local e hora ainda a definir.

 

O sonho está vivo!

Oriental: Mais que um Clube, uma Paixão.