Naquela que foi a 10.ª jornada da Fase de Subida, Zona Sul, do Campeonato Nacional de Seniores, o Oriental deslocou-se ao Campo Dr. Marques dos Santos para bater o Sertanense por 1-4. Coesos a defender, sólidos a controlar o adversário e mortíferos a atacar, os guerreiros de Marvila exibiram-se ao mais alto nível e saíram do reduto do terceiro classificado com uma goleada que devolve a liderança da tabela classificativa ao Oriental, numa altura em que o apoio da família orientalista será mais importante que nunca nas quatro finais que restam até ao término da competição.

Ainda estávamos nos minutos iniciais da partida quando na sequência de um espetacular cruzamento de trivela de Tiago Mota o extremo Sebastião Nogueira inaugurou o marcador com um cabeceamento à ponta-de-lança no coração da área (9’).  A turma de Marvila  entrou forte no jogo mas a lesão de Amorim à
 
Os guerreiros de Marvila nos festejos do primeiro golo. 
 
  passagem do minuto 19’ desorientou momentaneamente a organização defensiva orientalista, fator aproveitado escassos instantes mais tarde pelo Sertanense que através de um livre bombeado para a área conseguiu chegar ao empate por intermédio de Rafael Silveira (22’).

Após o golo da equipa de casa o Oriental voltou a estabilizar o seu jogo e foi com naturalidade que a sua superioridade se refletiu no alcançar de nova vantagem. Dois golos de Mauro Bastos, primeiro ao encostar em cima da linha um remate de Tom (28’) e depois aproveitando da melhor maneira um passe em profundidade de Tiago Mota (33’), fizeram com que a partida fosse para o intervalo com o expressivo score de 1-3.

Os cinco minutos iniciais do segundo tempo foram marcados por um ascendente ofensivo do Sertanense, controlado ainda assim com relativa tranquilidade pelos pupilos de João Barbosa. Depois de se ter visto em inferioridade numérica em virtude da expulsão de Sócrates (59’), o conjunto grená e branco foi obrigada a recuar as linhas mas a sua coesão defensiva fez com que o Sertanense se revelasse incapaz de criar incómodos de maior ao guardião Mota até ao momento em que Sebastião Nogueira ofereceu a Mauro Bastos o golo (79’) que sentenciou o triunfo da formação lisboeta. Até ao final do encontro houve ainda tempo para as expulsões dos jogadores da Sertã Hugo Simões e António, em penosos minutos para a equipa do Sertanense que ficou com esta derrota a quatro pontos da liderança ocupada pelo Oriental.

Depois do infortúnio decorrido na última jornada, esta foi mais uma grande exibição coletiva de um conjunto de guerreiros que com a humildade, a atitude combativa e a vontade de vencer que o caracteriza conseguiu trazer para Marvila mais um resultado positivo. A próxima batalha é já no próximo domingo, 27 de abril, às 16h00 frente ao Leiria no Campo Eng.º Carlos Salema, local da primeira de quatro finais onde o apoio de cada orientalista será imprescindível para a conquista de mais uma vitória.

O sonho está vivo!
Oriental: Mais que um Clube, uma Paixão.