No rescaldo do empate (0-0) entre Oriental e Boavista na primeira mão da eliminatória referente à segunda fase da Taça da Liga, Tiago Mota analisou a partida em exclusivo para a família orientalista e foi perentório ao reiterar o ascendente dos Guerreiros de Marvila sobre a formação axadrezada.

“Estivemos muito sólidos e solidários no setor defensivo, sempre com uma grande atitude. Ofensivamente, conseguimos criar desequilíbrios na defesa contrária e tivemos oportunidades suficientes para fazer golos. Penso que fomos superiores ao Boavista durante todo o jogo”, atirou.

No que concerne ao impasse em que a eliminatória ainda se encontra, Tiago Mota acredita que está tudo em aberto para a segunda mão a disputar dia 29 de Outubro no Estádio do Bessa.

   
 

“Sentimos que o controlo do jogo esteve sempre em nosso poder e com o trabalho que temos vindo a desenvolver os golos e as vitórias vão aparecer. Apesar do objetivo para esta partida ser a vitória, foi importante não sofrer golos e isso deixa-nos numa boa posição para o derradeiro encontro desta eliminatória”, concluiu o camisola 7 do conjunto grená e branco.