Partiu o meu amigo, senhor António Nobre Alves. Grande Orientalista, uma das minhas fontes inspiradoras a par de Jaime Moura, José Augusto Laranjeira ou João Torga, homem que sempre me acarinhou, aconselhou e incentivou nesta missão de servir o nosso Clube neste cargo de tão grande responsabilidade.

O primeiro a festejar comigo os nossos êxitos, a compreender-me e a dar-me força nos momentos me
nos felizes. O Oriental perdeu um dos seus maiores símbolos. Mas a sua partida não foi em vão. Deixa-nos um legado que a todos deve orgulhar. Tendo esperança no impossível, sabia que talvez o não tivéssemos entre muito tempo dada a sua idade e frágil saúde. Quis contudo o destino que Deus me não permitisse estar junto a ele neste momento, pois infelizmente estou hospitalizado a debelar um problema de saúde, mas o meu amigo e senhor Nobre Alves estará comigo para sempre no meu coração, tal como tenho a certeza que ocuparei um cantinho no seu e até por isso sinto agora mais força.

Nobre Alves partiu, mas a sua memória terá para sempre um lugar especial do nosso C.O.L.

Presidente ontem, Presidente sempre... Adeus amigo... Até sempre...

Viva o nosso Oriental
 

José Fernando Nabais